quinta-feira, 6 de abril de 2017

JAT FIGURINOS | RICARDO III | SINAIS DE CENA

Em modo #tbt recuperamos e partilhamos um artigo sobre o espectáculo Ricardo III encenado por Tónan Quito,
publicado na revista Sinais de Cena e ao qual apenas agora tivemos acesso. Lamentáveis distrações :(



“(…) Seria contraproducente avaliar em separado o cenário e o guarda-roupa deste Ricardo III, pois potenciam-se mutuamente, para além da qualidade estética individual de cada um, enquanto partes integrantes de um todo. O cenário de F. Ribeiro, cria um ambiente sombrio e obscuro que poderá remeter, pelo seu despojamento, para uma certa ideia de «espaço vazio», sublimada com mestria pelo uso de milhares de pedaços ou restos de pneu triturado que cobrem toda a superfície do palco e que conferem uma enorme plasticidade e dinâmica ao jogo cénico. Esta beleza inquietante do cenário encontra nos figurinos punk de José António Tenente o seu par ideal. A plasticidade e qualidade dos materiais, o rigor do corte e a paleta de cores fazem deste guarda-roupa um inexcedível exemplo da arte de bem vestir actores no teatro. (…)” José Pedro Sousa, Sinais de Cena, Série II, Nº1


Sem comentários:

Enviar um comentário